Órgão Internacional acata provas de Musk e Moraes acaba de ser enquadrado! Cerco está se fechando

0
272

Conforme notícia veiculada na internet e divulgada por várias fontes independentes, a OIE acaba de acatar provas apresentadas por Elon Musk contra Moraes.

A denúncia feita por Elon Musk contra o Ministro Alexandre de Moraes toma novos rumos e, pouco a pouco, providências para neutralizar totalitarismo no Brasil faz surgir capítulo inédito, inerente ao aprofundamento das investigações, você acompanha na tela, um ofício endereçado à Organização dos Estados Americanos (OEA) pela Câmara dos Estados Unidos, que busca esclarecimentos e destaca-se no pedido de informações sobre as alegações de censura praticada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, apresentando preocupações sobre possíveis violações dos direitos humanos e restrições à liberdade de expressão em larga escala no Brasil sem o devido processo legal.

O texto assinado pelo deputado republicano Cris Smith, presidente da Subcomissão Global de Direitos Humanos da Câmara, menciona as graves alegações de abusos por parte das autoridades brasileiras, destacando especialmente as acusações críveis de supressão da liberdade de expressão. Isso inclui a denúncia de censura através de abusos judiciais e a tentativa de silenciar os meios de comunicação da oposição.

O envolvimento da Câmara dos Estados Unidos nas questões brasileiras surgiu após as denúncias feitas pelo proprietário do X, Elon Musk, sobre a alegada censura prévia, promovida pelo ministro Moraes, contra usuários, que mostravam fatos comprovados que o incomodavam nas redes sociais. Em resposta, a subcomissão solicitou que a plataforma compartilhasse os e-mails contendo as decisões judiciais do magistrado e elaborou um relatório intitulado “O ataque à liberdade de expressão no exterior e a inação da administração Biden: o caso do Brasil”.

Choque Político: Brasil Deixa de Ser Democracia Liberal, Revela Shellenberger ao Congresso” Durante uma audiência no Congresso dos Estados Unidos, focada na discussão da crise democrática, liberdade e validade das leis no Brasil, o jornalista americano Michael Shellenberger, conhecido por liderar a investigação dos “Twitter Files”, fez graves alegações sobre o estado atual da democracia brasileira.

Segundo Shellenberger, com base em suas pesquisas e interações no Brasil, ele não mais reconhece o país como uma democracia liberal.

Veja vídeo no topo