Ferramenta on-line fornece mapa de rotas e bloqueios nas estradas gaúchas

0
190

Os motoristas que precisam se deslocar entre os municípios do Rio Grande do Sul já têm à disposição um mapa virtual que reúne as rotas disponíveis para viagem e a localização dos bloqueios em rodovias provocados pela catástrofe meteorológica.

Desenvolvida pelo governo do Estado, por meio do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), a plataforma reúne dados em tempo real da situação das rodovias. As informações são atualizadas simultaneamente pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), pelo CRBM, pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), e pode ser acessada nesta página A ferramenta é abastecida desde o último domingo (5/5) com informações em tempo real sobre as condições das estradas estaduais e federais gaúchas.

“À medida que os serviços executados avançam nas rodovias, como as remoções de barreiras e a reconstrução de cabeceiras de pontes, por exemplo, os pontos vão sendo liberados para tráfego e imediatamente informados à população por meio da ferramenta”, explica o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino.

No menu superior da página, o usuário que clicar em “Rotas” será direcionado a um sistema de busca que reúne os caminhos livres de bloqueios entre municípios. É possível selecionar a rota desejada entre as opções disponíveis ou pesquisar pelos nomes das cidades.

Após selecionar a opção desejada e clicar em “Buscar rota”, aparecerá o mapa com o trajeto traçado via Google Maps. Ele pode ser compartilhado por WhatsApp, Facebook, X (ex-Twitter) e e-mail ou, ainda, incorporado a um site. Com isso, o usuário poderá usar a rota no celular para ser orientado por GPS durante o deslocamento.

O menu principal da plataforma também apresenta uma seção de “Bloqueios”, que dá acesso a um levantamento completo dos trechos interrompidos nas rodovias estaduais e federais do Rio Grande do Sul. Entre as informações apresentadas, estão as estradas e os municípios com o maior número de bloqueios e o tipo de interdição – total ou parcial.

A ferramenta on-line exibe, ainda, um mapa dos bloqueios na malha rodoviária. Os trechos indicados em vermelho são os bloqueios totais; em amarelo, estão sinalizados os parciais.

Apesar da disponibilização da plataforma, o governo do Estado recomenda à população que evite circular pelas estradas, com exceção de situações emergenciais ou de apoio ao salvamento e ajuda humanitária às vítimas das enchentes.

Texto: Ascom Selt
Edição: Secom

Com rs.gov.br