China está pronta para trabalhar com Lula, diz Xi Jinping

0
510
(FILES) In this file photo taken on October 25, 2017, China's President and General Secretary of the Communist Party Xi Jinping waves after a speech during the introduction of the Communist Party of China's Politburo Standing Committee, in Beijing's Great Hall of the People. - When Xi Jinping took power in 2012, some observers predicted he would be the most liberal Communist Party leader in China's history, based on his low-key profile, family backstory and perhaps a degree of misguided hope. Ten years later, those forecasts lie in tatters, proving only how little was understood of the man who looks set to become China's most powerful ruler since Mao Zedong at a major party congress in October 2022. (Photo by WANG Zhao / AFP)

Diplomacia chinesa destaca vitória de Lula com expectativa de parceria de “nível mais elevado”

O presidente da China, Xi Jinping, enviou uma mensagem nesta segunda-feira (31) a Lula (PT) após a eleição do líder petista. A diplomacia chinesa também comentou o resultado das urnas no Brasil e ressaltou que os dois países são “parceiros estratégicos”.

“A China atribui grande importância ao desenvolvimento das relações China-Brasil e está pronta a trabalhar com Lula para fortalecer conjuntamente a parceria estratégica global China-Brasil para um novo nível, de modo a beneficiar os dois países e dois povos”, disse Xi, de acordo com o jornal Global Times.

O presidente chinês também destacou que Xi ressaltou “a amizade a longo prazo e o aprofundamento da cooperação mutuamente benéfica que servem os interesses fundamentais dos dois países e conduzem à manutenção da paz e estabilidade regional e mundial e à promoção do desenvolvimento e prosperidade comuns”.

O Global Times ainda trouxe o dado de que a China é o maior parceiro comercial do Brasil há 13 anos consecutivos, com um volume de comércio entre as nações superior a US$ 100 bilhões nos últimos quatro anos. Em 2021, as exportações de produtos agrícolas do Brasil para a China ultrapassaram US$ 40 bilhões.

A publicação ligada ao Partido Comunista da China ouviu pesquisadores que sublinharam que Lula deverá colocar uma ênfase nas relações Sul-Sul e que poderá pleitear a participação do Brasil na Nova Rota da Seda, assim como a vizinha Argentina.

A Nova Rota da Seda, também conhecida como Iniciativa do Cinturão e Rota, é um megaprojeto de infraestrutura da China que financia e constrói infraestrutura como portos, estradas, ferrovias, redes de telecomunicações e aeroportos em dezenas de países.

A vitória do petista também foi comentada pelo Ministério das Relações Exteriores da China, que desejou sucesso no “desenvolvimento nacional” do Brasil e citou a expectativa de uma parceria de “nível mais elevado”.

Confira a íntegra do comentário da chancelaria chinesa:

“Parabéns calorosos ao Sr. Luiz Inácio Lula da Silva por ter sido eleito novamente como presidente do Brasil. Desejamos ao Brasil novo sucesso no seu desenvolvimento nacional.

A China e o Brasil são ambos grandes países em desenvolvimento e importantes economias emergentes e parceiros estratégicos abrangentes um do outro. Durante 48 anos desde o estabelecimento de laços diplomáticos, as relações China-Brasil têm gozado de um crescimento sólido e constante com uma cooperação frutífera em várias áreas. A China vê e avança as suas relações com o Brasil de uma perspectiva estratégica e global.

Esperamos trabalhar com o Sr. Lula da Silva e o novo governo brasileiro liderado por ele para levar a parceria estratégica abrangente China-Brasil a um nível mais elevado, proporcionar mais benefícios aos dois países e povos e dar o nossa devida contribuição para a paz e estabilidade regional e mundial e para a prosperidade comum”, afirmou o Zhao Lijian, porta-voz da chancelaria chinesa.

Edição: Arturo Hartmann

Com Brasil de Fato