Dólar americano tem alta no último fechamento desta sexta-feira, dia 7.

0
1191

O dólar americano começou esta sexta-feira (7) cotado a R$ 4,89 para compra e venda. Houve alta da moeda em relação ao último fechamento, em 0,80%.

As moedas latino-americanas devem passar por um período de teste frente ao dólar, com o início da queda das taxas de juros, que deve ocorrer no segundo semestre. Além disso, há um cenário de alta dos juros nos Estados Unidos, o que torna mais atrativo investir no país norte-americano. 

Mesmo assim, as projeções apontam que o valor da moeda estrangeira para o Brasil chegue a R$ 4,60, até o final do ano. 

O segundo semestre será um teste de resiliência para as moedas latinas. Menores juros tendem a favorecer as bolsas de valores, mas não necessariamente a valorização do real frente a outras moedas. 

Já o euro também acompanhou a alta de 0,80% e se encontra a R$ 5,32 para compra e para venda. 

O Ibovespa abriu em queda de 1,78% e despencou para os 117 mil pontos. O Índice se encontra em 117.425 pontos. 

Nesta sexta-feira, o humor dos mercados se voltou para a divulgação de um relatório acerca do emprego nos Estados Unidos, que apresentou uma economia mais aquecida que o esperado. 

Esse é um forte sinalizador de alta das taxas de juros para o segundo semestre, o que provoca desvalorização das bolsas de valores, principalmente da brasileira.

As ações com maiores quedas no Brasil foram da Gol (GOLL4), com recuo de 9,78%. Depois dela está Magalu (MGLU3), que caiu 7,62%, seguida pelas ações da empresa Via (VIIA3), com diminuição de 6,76%.  

As únicas altas ficaram com as empresas IRB (IRBR3), EZTEC (EXTC3), CPFL (CPFE3), MRV (MRVE3) e Energias do Brasil (ENBR3). 

Com Brasil 61