Lula afirma que sanções dos EUA à Venezuela matam crianças e mulheres

0
1034

Presidente isentou o ditador Nicolás Maduro da responsabilidade pela crise no país vizinho

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva isentou o ditador Nicolás Maduro e culpou os Estados Unidos pela crise humanitária que afeta a Venezuela. O chefe do Executivo fez a declaração nesta segunda-feira, 29, depois de uma reunião com o político chavista.

“É inexplicável um país ter 900 sanções porque o outro país não gosta dele”, disse Lula, ao criticar os norte-americanos. “O Maduro não tem dólar para pagar as suas exportações. É culpa dele? Não. É culpa dos Estados Unidos, que fizeram um bloqueio extremamente exagerado.”

O petista comparou as sanções impostas ao país vizinho a uma guerra, afirmando que essas práticas são piores que um conflito armado. Para Lula, não são as políticas de Maduro que matam crianças de fome, mas, sim, as sanções internacionais. “Sempre acho que o bloqueio é pior que uma guerra”, observou. “Na guerra, morre o soldado que está em batalha. Mas o bloqueio mata crianças, mulheres e pessoas que não têm nada a ver com a disputa ideológica em jogo.”

+ -+

Com Revista Oeste

B B