Roberto Jefferson é preso após resistir à prisão e atirar em policiais

0
404

O ex-deputado bolsonarista Roberto Jefferson se entregou à polícia neste domingo após atirar contra agentes da Polícia Federal que foram até sua casa cumprir um mandato de prisão contra ele na cidade de Comendador Levy Gasparian, no interior do Estado do Rio de Janeiro.

Dois policiais foram feridos na ação. O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes havia expedido o mandato de prisão contra o político depois que ele descumpriu medidas cautelares de sua prisão domiciliar.

Depois dos tiros, Moraes expediu outro mandato determinando a prisão em flagrante de Roberto Jefferson.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que repudia as ações de Jefferson e pediu que o ministro da Justiça, Anderson Torres, fosse até o local. Enquanto isso, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que o ataque cometido por Jefferson é uma “aberração”.