Rapaz é preso em flagrante em Uberlândia após incentivar ataque a Bolsonaro em rede social

0
196

Com base na Lei de Segurança Nacional, a Polícia Militar prendeu em flagrante nesta quinta-feira (4) um rapaz que incentivou nas redes sociais um ataque contra Jair Bolsonaro. O presidente estava de passagem por Uberlândia (MG).

Em contato com a Delegacia de Polícia Federal de Uberlândia, o Terça Livre confirmou a prisão do rapaz de 24 anos, identificado como João Reginaldo da Silva Júnior.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, ele foi preso depois que o serviço de inteligência da PM fez uma varredura nas redes sociais e identificou postagens que incitavam crimes contra a integridade do presidente da República.

João Reginaldo publicou no Twitter a seguinte frase: “Gente, Bolsonaro em Udia amanhã… Alguém fecha virar herói nacional?”. Em outro tuíte mencionou também o governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

De acordo com a Polícia Militar, o post continha “propaganda e incitação à prática de crimes contra a integridade física e a vida do Exmo. Presidente da República Jair Messias Bolsonaro com promessas de que tais ameaças se concretizariam durante a sua passagem nesta cidade de Uberlândia na data de hoje”.

Além de João Reginaldo, consta no Auto de Prisão em Flagrante que a Polícia também procura por outras três pessoas que responderam à publicação, também incentivando um ataque contra o presidente. Eles chegaram a ser procurados em seus respectivos endereços, mas não foram localizados.

Publicações com ameaças e incentivo ao assassinado do presidente da República são comuns nas redes sociais e são raras as vezes em que ações são tomadas pela polícia. Neste caso, a Polícia Militar de Uberlândia agiu rápido e identificou um possível plano de ataque contra a vida de Jair Bolsonaro.

O Twitter, que se diz contra discurso de ódio em sua plataforma, ainda mantem disponível a postagem de João Reginaldo.

Com Terça Livre