Prefeita de Santana do Livramento solicita apoio para apresentação de requerimento no andamento do sobre Localidades Fronteiriças.

0
99

Ouça esta matéria clicando no botão ´Play´ do tocador abaixo

Áudio produzido pelo depto. de efeitos especiais da Rádio TV Fronteira Online

Nesta manhã, de acordo com informação da ASCOM, a Prefeita de Santana do Livramento, Delegada Ana Tarouco, juntamente com a Séc. Do Desenvolvimento, entregou ofício ao Deputado Federal Sanderson solicitando seu apoio e mobilização, bem como de outros líderes, para que se apresente requerimento de urgência no andamento do acordo protocolado na Câmara dos Deputados sobre Localidades Fronteiriças vinculadas (MSC 181/2021), permitindo que ele seja deliberado ainda este ano.

O acordo vem sendo construído há alguns anos e tem a participação e o apoio da CNM (confederação Nacional dos Municípios), objetivando facilitar o dia a dia das localidades fronteiriças, concedendo tratamento diferenciado aos seus habitantes em várias áreas, sendo considerado, por muitos, como o mais importante acordo fronteiriço já proposto pelo MERCOSUL ao longo dos seus 30 anos.

Esta iniciativa é fundamental para regiões, como a Fronteira da Paz, pois Santana do Livramento e Rivera, de fato, são uma cidade só. Os moradores de Rivera e de Livramento, embora sejam de nacionalidades diferentes, convivam com uma ´linha imaginária´ que serpenteia e ´divide´ uma população que, na verdade, embora tenham leis diferentes, mas convivem, trabalham e relacionam-se, livremente, como qualquer cidade de qualquer país, mas que – por diferentes causas – foi convencionado que, alí, existe uma linha divisória e de cada lado dela (da fronteira imaginária) existe um povo distinto, de nacionalidade distinta, que fala seu idioma e é regido por suas leis próprias.

Mas ´ambos´ são um povo só, que vivem em uníssono, trabalham, por vezes ´num lado´, por vezes, ´em outro´. Casam-se e constituem família, independente do ´lado´ que nasceram. Todos são nascidos na Fronteira da Paz, e maioria são ´double-chapa´ (tem documentação Brasileira e também documentação Uruguaia).