Bolsonaro assina decreto que cria a NAV Brasil, estatal que vai controlar o espaço aéreo brasileiro

0
50
Avião na pista do Aeroporto Santros Dumont após reforma.

Segundo o governo, a criação da nova empresa visa diminuir os prejuízos da Infraero, atual responsável por essa atribuição

O Diário Oficial da União traz a criação da empresa NAV Brasil, a primeira empresa pública fundada na gestão Jair Bolsonaro. A companhia vai assumir atribuições relacionadas à navegação aérea, que atualmente são responsabilidade da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária). 

De acordo com o Executivo, a intenção com a NAV Brasil é diminuir os prejuízos da Infraero, que perdeu receitas após a privatização de aeroportos. O objetivo é concentrar os serviços que não vão ser privatizados na nova empresa. A estatal vai incorporar todos os ativos e passivos relacionados à navegação aérea que hoje são da Infraero. 

Os empregados ligados à navegação aérea da Infraero, que incluem serviços de telecomunicações, estações de rádio, torres de controle e medição meteorológica, vão ser transferidos para a NAV Brasil. 

Reportagem, Felipe Moura.

Com redação da Rádio TV Fronteira Online/Brasil61