Recuperação viária feita pela Prefeitura chega a 68 ruas

0
64
Anuncie aqui (Article top) Acesse a loja virtual do Magazine Curitibalegal, e compre por menos.

Nós que ficamos praticamente o dia todo, trabalhando (ou não), dentro de casa, e diferentemente de alguns meses atrás, todos os dias, estávamos atravessando a cidade, seja no transporte público, de carro, ou até mesmo a pé; Hoje ao sair de casa, tomamos um ‘susto’, agradável, ao constatar que muitas (mas muitas, mesmo!) ruas e avenidas estão totalmente recuperadas. E parecem que foram asfaltadas ‘ontem’, de tão novo o asfalto.

Conforme a Agência de Notícias da Prefeitura de Curitiba, a mesma, já levou asfalto novo para 68 ruas da Regional Santa Felicidade melhorando as condições de acesso, mobilidade e qualidade de vida dos moradores. As intervenções ocorreram em 33 km de ruas a partir do Programa de Recuperação Viária da cidade.

“As principais rotas do transporte coletivo receberam requalificação do asfalto e as ruas de saibro, que atormentavam os moradores com poeira e lama, ganharam pavimento definitivo e drenagem” diz a administradora regional de Santa Felicidade, Simone Chagas Lima.

As obras da Prefeitura foram executadas a partir do plano de recuperação da malha viária, que já alcançou 622 ruas em toda a cidade. São mais de 366 quilômetros de asfalto novo em Curitiba. Cerca de 86% destas ruas (536 vias) estão em locais afastados do centro da cidade, como é o caso dos bairros da Regional Santa Felicidade.

As ações para recuperação do asfalto obedeceram a critérios técnicos, além das solicitações de obras feitas pela população durante as audiências públicas e por meio do programa Fala Curitiba.

Rua que virou avenida

Foi assim que a Rua Francisco Boscardin, no Cascatinha, onde Armando Gasparin Perussi, mantem um pequeno comércio teve o saibro substituído por asfalto novo em um trecho de 200 metros, partindo do cruzamento com a Avenida Manoel Ribas e seguindo até o fim da rua.

“A rua agora é uma avenida, está linda, com asfalto, meio fio e galerias para receber as águas da chuva”, comemora Armando.

Já no Campina do Siqueira, foi a obra para a recuperação do asfalto na Rua Major Heitor Guimarães que deixou satisfeita a socióloga aposentada Anice Moro. A via é um dos acessos para a entrada da cidade e por onde circulam as linhas alimentadoras Saturno (811), Montana (812), Mossunguê (814), Tuiuti/Barigui (815) e Campina do Siqueira (816), além da linha convencional São Braz (870).

“Ficou muito bom, com a pista lisa e sem buracos, então temos menos poeira e as casas mais limpas”, comemora, Anice Moro.

Prioridades

As ruas contempladas no programa de pavimentação são as que servem de ligação entre bairros, as que são utilizadas por linhas do sistema de transporte coletivo, aquelas abrigam equipamentos públicos, como escolas e unidades de saúde.

As obras de pavimentação são precedidas de estudos técnicos que apontam qual o trabalho deve ser feito para recuperar o pavimento. “A olho nu é possível que pareça que a rua não precise de intervenção no pavimento. Porém, quando identificamos oxidação da camada asfáltica, microfissuras, infiltrações, optamos em logo executar obras de fresa e recape para prolongar a vida útil da via e evitar intervenções mais custosas no futuro, que demandam inclusive a troca de toda a base estrutural do pavimento”, explicou o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues.

As melhorias tiveram impacto direto para moradores dos bairros Butiatuvinha, Campina do Siqueira, parte norte do Campo Comprido, Cascatinha, Lamenha Pequena, Mossunguê, Orleans, Santa Felicidade, Santo Inácio, São Braz, São João e Vista Alegre.

Novo ciclo

O novo ciclo de obras de fresa e recape do pavimento asfáltico que está em execução abrange 61 ruas. As obras alcançarão 85.639 metros de vias que servem 34 bairros da cidade.

As ações de asfalto sobre saibro, que incluem a implantação de infraestrutura de drenagem, já tiveram duas etapas lançadas com 53 ruas – 9 delas na regional Santa Felicidade –  que não terão mais o pó e a lama. São 11.032 metros de pavimento novo que oferecem mais qualidade de vida aos moradores.

Tiveram o saibro substituído por asfalto as ruas Ruas José Boiko (Santo Inácio), Francisco Boscardin (Cascatinha), Fernando Corrêa de Azevedo (Santa Felicidade), José Wisnievski (Butiatuvinha), Antonio Kolody, em dois trechos (Butiatuvinha), Rosa Olivia Cruzeta (São Braz), Inácio Wichnewski (Orleans), Papa Adriano IV (Santa Felicidade) e Serafina Cuman Culpi (Butiatuvinha).

Requalificadas

Já na lista das vias contempladas com obras de requalificação estão, entre outras, as ruas  Pedro Viriato Parigot De Souza (Campina do Siqueira e Mossunguê), Deputado Nilson Ribas, Rua Emilio de Almeida Torres, Francisco Nadolny, Hugo Kinzelmann, Major Heitor Guimarães, todas no Campina do Siqueira.

Também estão com novo asfalto as ruas Ângelo Domingos Durigan (Cascatinha), Justo Manfron (Lamenha Pequena), Monsenhor Ivo Zanlorenzi e Paulo Gorski, no Mossunguê, além da Avenida Manoel Ribas que foi revitalizada em um trecho de quase 7 mil metros. A principal avenida do bairro Santa Felicidade que cruza os bairros Mercês, Cascatinha, Santa Felicidade e Butiatuvinha e é uma importante ligação entre o município de Campo Magro e Curitiba, agora está mais larga e segura.