SC: Associação dos municípios opta por não retorno das aulas presenciais em 15 municípios

0
52
Anuncie aqui (Article top) Acesse a loja virtual do Magazine Curitibalegal, e compre por menos.

Visando atender os protocolos sanitários da Covid-19, foi debatida em assembleia geral a deliberação sobre o retorno às aulas da Rede Municipal de Ensino

Os prefeitos da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC), definiram em decisão conjunta que as aulas das redes municipais dos 15 municípios do extremo sul se manterão a distância até o final do ano letivo de 2020.

Visando atender os protocolos sanitários da Covid-19, foi debatida em assembleia geral a deliberação sobre o retorno às aulas da Rede Municipal de Ensino e a reativação do convênio do transporte escolar, proposto pelo governo do Estado.

Além dos prefeitos, a assembleia geral contou com a presença de secretários de saúde, de educação, presidentes dos Colegiados de Educação, Saúde, Assistência Social e dos Direitos da Pessoa com Deficiência e da Federação dos municípios (FECAM). 

O presidente da Associação, prefeito Ronaldo Pereira da Silva, destacou que equipes das secretarias de educação fizeram pesquisas para chegar na melhor metodologia para atender através das atividades não-presenciais, para não colocar em risco assim a vida dos alunos e suas famílias. Para ele, a partir de então é hora de pensar em protocolos seguros para um retorno em 2021.

A Gerência Regional da Educação, pontuou que a rede estadual também considera fundamental manter as atividades de forma remota, mas dando suporte pedagógico presencial aos alunos que enfrentam dificuldades de aprendizagem.

Reportagem, Rafaela Gonçalves.