Receita Federal apreende 7 quilos do princípio ativo de ecstasy no Aeroporto Internacional Salgado Filho

0
191
Publicidade s-art
A droga  deve  custar entre 750 a um milhão de reais no mercado.
Na noite desta quinta-feira (08), durante operação de rotina da Receita Federal, foi retido no Aeroporto Internacional Salgado Filho, um uruguaio de 57 anos com sete quilos de MDMA (princípio ativo de ecstasy)escondidos no fundo de uma mala.

O passageiro do voo TAP, oriundo de Paris, foi selecionado para fiscalização via gerenciamento de risco e encaminhado ao raio x onde foi verificada a bagagem e descoberta a existência de substâncias estranhas.
Para melhor averiguação, o passageiro foi encaminhado para a bancada de inspeção para abertura das malas quando foi encontrada a droga.


Segundo ele informou a equipe de fiscalização da Receita, após chegar em Porto Alegre se deslocaria de ônibus para Montevidéu, onde trabalha em uma casa noturna. Já no exame preliminar o narcoteste apresentou resultado positivo para drogas.

Foi dada voz de prisão e conduzido o passageiro para a Superintendência da Polícia Federal para lavratura do flagrante. Após análise da perícia da Polícia Federal foi constatado que tratava se do princípio ativo de ecstasy.

Com Superintendência Regional da Receita Federal do Brasil da 10ª Região Fiscal