Eclipse Solar Parcial de 2 de julho de 2019 será visível no Brasil

0
958
Publicidade s-art

No próximo dia 2 acontecerá o único eclipse total do Sol observável no mundo em 2019. O fenômeno será um Eclipse Solar Total quando visto a partir de uma estreita faixa de sombra da totalidade que cruzará o Sul do Oceano Pacífico e o Sul da América do Sul. O Eclipse Solar Parcial de 2 de julho de 2019 no Brasil será visível parcialmente dos estados das Regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e no Oeste das Regiões Norte e Nordeste. O fenômeno será melhor observado dos países localizados no Sul da América do Sul. Nessa área, a partir de uma estreita faixa de sombra da totalidade que cruzará o Chile e Argentina, será visível um eclipse solar total.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Eclipse Solar Parcial de 2 de julho de 2019 será visível no Brasil

Fontes: http://www.astrope.com.br/  e  http://circuitomt.com.br/

O Eclipse Solar Parcial de 2 de julho de 2019 no Brasil será visível dos estados das Regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Oeste das Regiões Norte e Nordeste. No Sul do Oceano Pacífico e do Sul da América do Sul o fenômeno será visível como um Eclipse Solar Total.

Enquanto que, nos demais países da América do Sul como: Colômbia, Equador, Peru, Bolívia, Paraguai, Uruguai,  Brasil, e restantes das áreas do Chile e da Argentina que não estão na estreita faixa de sombra da totalidade, o fenômeno será visto como um eclipse solar parcial.

No Brasil: No Brasil, o Eclipse Solar Parcial de 2 de julho de 2019 será visível como parcial. Assim sendo, o fenômeno será possível de ser visto dos estados das Regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e no Oeste das Regiões Norte e Nordeste. O Eclipse Solar Parcial no Brasil será visível de meados para o final da tarde da terça-feira, 2 de julho de 2019. (Horário de Brasília – UTC-3)

Horários do Eclipse Solar Parcial no Brasil:

Consulte a seguir os horários e visibilidade do Eclipse Solar Parcial de 2 de julho de 2019 no Brasil através da tabela abaixo na ilustração as quais estão organizadas por Regiões do País e respectivos estados. Todos os horários estão de acordo com o Horário de Brasília – UTC-3.

Acima estão apresentados os horários do início do eclipse solar parcial (Início); a altitude (Alt) , em graus,  do Sol quando o eclipse começar;  o horário em que o eclipse solar atingirá o seu máximo (Máx); a altitude  (Alt) em que o Sol estará quando isso acontecer; aproximadamente, a percentagem do  obscurecimento da superfície solar quando o eclipse parcial atingir o seu máximo (%Obsc);  e o horário em que o Sol deverá se pôr no local  (Pôr-do-sol). A margem de erros dos horários  apresentados é de, mais ou menos, um minuto.

CUIDADO: Repetindo o que já escrevemos anteriormente, “a observação de um eclipse do Sol sem um filtro solar apropriado pode queimar a retina e causar cegueira, ou, a destruição do campo visual. Quem não tiver um equipamento adequado não deve observar o fenômeno! Jamais use telescópios, binóculos e máquinas fotográficas sem um filtro solar para a observação de qualquer evento relacionado ao Sol.

Uma outra opção para a observação direta do disco solar – citada por vários sítios de divulgação de Astronomia – é a utilização de um vidro de máscara soldadora número 14, no mínimo. Mas, mesmo com um equipamento apropriado, não se deve observar o Sol por mais de 15 segundos por vez e é necessário intercalar mais de um minuto entre as observações.”

Quem tiver o equipamento necessário para observar esse eclipse solar deve procurar um local alto e com uma boa visão do noroeste. É interessante localizar um dia antes um local com uma boa visualização do pôr-do-sol.

Com

Vídeo relacionado ao assunto: