Os Livros

Os livros são objetos inquietantes no mundo. Deles partem inúmeras histórias, até mesmo muito conhecimento e grandes reflexões sobre o cotidiano. E recorremos a eles como aquela luz de vela diante da escuridão, de uma maneira estranhamente desesperadora para que nos mostre algo que não sabemos o quê. Ao abri-los, ficamos estupefatos com alguns, irritados com outros. É normal. Achamos que o livro não tem nada a nos oferecer. Mas será que não temos os olhos certos para oferecê-los e, por isso, nos incomodam?

Segundo um estudo da Universidade de Liverpool, ler autores clássicos como Shakespeare, Fernando Pessoa, William Wordsworth e T.S. Eliot, estimula a mente e a poesia pode ser mais eficaz em tratamentos de problemas emocionais do que os livros de autoajuda. Especialistas em ciência, psicologia e literatura inglesa da universidade monitoraram a atividade cerebral de 30 voluntários que leram primeiro trechos de textos clássicos e depois essas mesmas passagens traduzidas para a “linguagem coloquial”. Os resultados da pesquisa, antecipados pelo jornal britânico “Daily Telegraph”, mostraram que a atividade do cérebro “dispara” quando o leitor encontra palavras incomuns ou frases com uma estrutura semântica complexa, mas não reage quando esse mesmo conteúdo se expressa com fórmulas de uso cotidiano.

Então, nesse contexto, os gostos, sem dúvida, atuarão neste meandro intenso que é a busca pela próxima leitura. Mas compreenda, um livro incompreendido significa mais do que letras em papéis que não nos atraem, significa que ainda não nos compreendemos para colocar as devidas lentes e, enfim, ambos se lerem e, se entenderem.

ACADEMIA SANTANENSE DE LETRAS

A Academia Santanense de Letras lançou no dia 17 de outubro em parceria com a Secretaria Municipal de Educação o projeto “Acadêmico por um dia” coordenado pela Prof. e acadêmica Vera Machado destinado a alunos do 6º ano do ensino fundamental. A proposta do projeto foi apresentada aos professores de Português na academia de Letras, sendo que estes irão trabalhar na escola com um autor (vida e obras) e um aluno de cada escola será convidado a participar de uma reunião como integrante da academia, apresentando aos demais confrades (alunos) o autor estudado. A reunião com os novos confrades será realizada dia 22 de novembro a partir das 9:00 horas.

Na foto: Alunos e professora em visita a ASL, na sala de reuniões com a presidente Celina Albornoz, localizada na Casa de Cultura Ivo Caggiani.

Deixe uma resposta

Ações